Curso Profissional Programador/a de Informática

 

INSCRIÇÃO ONLINE

O que é?

O/a Programador(a) de Informática é o profissional que efetua a análise de sistemas, a gestão de base de dados, desenvolve aplicações e procede à instalação e manutenção de equipamentos e aplicações informáticas de escritório, utilitários e de gestão, assegurando a otimização do seu funcionamento e respeitando as normas de segurança, higiene e saúde no trabalho e de proteção do ambiente.

Perfil Profissional

O que faz?

  • Efetua a instalação, configuração e manutenção de computadores, periféricos, redes locais, sistemas operativos e utilitários, de acordo com as necessidades dos seus utilizadores e a fim de otimizar o funcionamento dos mesmos; (a) instala e configura computadores isolados ou em rede e periféricos, e procede à sua manutenção, com vista a assegurar o correto funcionamento dos equipamentos informáticos, de acordo com as suas características técnicas; (b) instala, configura, parametriza e gere sistemas operativos e utilitários, e programas em rede local, utilizando os procedimentos e instrumentos adequados, com vista a assegurar o correto funcionamento dos mesmos.
  • Procede ao desenvolvimento de aplicações informáticas, tendo em conta as necessidades dos utilizadores e as linguagens técnicas apropriadas; (a) programa aplicações informáticas de gestão e organização, utilizando diferentes tipos de linguagens de programação; (b) analisa e gere base de dados, de acordo com as técnicas de análise de sistemas de informação e utilizando a linguagem de programação adequada; (c) cria visualizações objetivas e eficazes de dados que resultem em ações concretas; (d) programa aplicações cliente-servidor, WEB e orientadas a serviços (SOA).

Onde pode trabalhar?

O/a Programador/a de Informática pode desempenhar a sua atividade profissional em diversos setores de atividade, tais como:

  • Instituições de ensino e investigação;
  • Empresas de produção de software;
  • Empresas de segurança informática;
  • Centros de dados,
  • Centros de informática de instituições públicas e privadas;
  • Empresas de instalação, operação e teste de redes informáticas;
  • Empresas de desenvolvimento de jogos;
  • Empresas de desenvolvimento de conteúdos multimédia.
  • Que formação necessita?Para exercer a profissão de Programador de Informática é necessário frequentar o curso profissional de Programador de Informática, que tem a duração de 3 anos letivos e é um curso de dupla certificação – escolar (12ºano) e profissional (nível 4 – QNQ/QEQ). No final do curso, os alunos têm de apresentar e defender, perante um júri, um projecto designado por Prova de Aptidão Profissional (PAP), na qual demonstram as competências e os conhecimentos que desenvolveram ao longo da formação.Condições de acesso ao curso: ter concluído o 9º ano de escolaridade em qualquer modalidade de educação e formação.

    Plano curricular

  • Componentes de Formação Disciplinas Carga horária
     

     

    Sociocultural

    Português 320h
    Língua Estrangeira – Inglês 220h
    Área de Integração 220h
    Tecnologias de Informação e Comunicação 100h
    Educação Física 140h
     

    Científica

    Matemática 300h
    Física e Química 200h
     

    Técnica

    UFCD’s – Área técnica de Informática 1150h
    Formação em Contexto de trabalho 600h
             Educação Moral e Religiosa (de frequência facultativa) 81h
    Carga Horária Total/Curso 3331h

O Agrupamento conquistou, com grande orgulho, o selo de qualidade EQAVET para 3 anos, prazo máximo possível. O selo de Conformidade EQAVET (Quadro de Referência Europeu de Garantia da Qualidade para o Ensino e a Formação Profissionais) confere o reconhecimento pela excelência do trabalho realizado no agrupamento ao longo dos últimos anos.

O selo reconhece e reflete a garantia de qualidade na educação e formação profissional no espaço europeu, colocando à disposição das autoridades e dos operadores ferramentas comuns para a gestão da qualidade, assentes numa forte articulação entre os diferentes stakeholders e no desenvolvimento, monitorização, avaliação e melhoria contínua da eficiência da oferta.